Dermatite Atópica tem crianças como principal alvo

0

Você conhece a dermatite atópica? Trata-se de uma doença crônica não contagiosa, que causa inflamações na pele. Ela atinge pessoas de diversas faixas-etárias, mas seu principal alvo são as crianças. A dermatite atópica se apresenta com sinais de pele seca, erupções que coçam e crostas. Seu surgimento é mais comum nas dobras dos braços e da parte de trás dos joelhos. A Dra. Isa Xavier, pediatra, esclareceu alguns pontos importantes sobre essa patologia. Confira a seguir.

Quando os sinais de dermatite atópica aparecem

Além de se apresentar de forma individual, a dermatite atópica também pode surgir acompanhada de asma ou rinite alérgica, porém, isto pode variar bastante. É bom ficar atenta. O indicado mesmo, é levar seu filho à consultas frequentes com o pediatra, a fim de prevenir esse e outros problemas. Cuidados com a saúde devem começar ainda na infância. Porém, é importante ficar de olho se nesse intervalo entre uma ida e outra você notar a pele dele muito seca, chegando a causar ferimentos, além de outros sintomas, como, por exemplo: áreas esfoladas causadas por coceira, alterações na cor, vermelhidão ou inflamação da pele ao redor das bolhas, áreas espessas ou parecidas com couro, que podem surgir após irritação e coceira prolongada. Seu quadro clínico pode mudar conforme a fase da doença, sendo dividido em três:Fase infantil (3 meses a 2 anos de idade); Fase pré-puberal (2 a 12 anos de idade); Fase adulta (a partir de 12 anos de idade).

Existem fatores de risco para a dermatite atópica

Algumas situações podem favorecer o surgimento da dermatite atópica e eles incluem: alergia a pólen, a mofo, a ácaros ou a animais; contato com materiais ásperos; exposição a irritantes ambientais, fragrâncias ou corantes adicionados a loções ou sabonetes, detergentes e produtos de limpeza em geral; roupas de lã e de tecido sintético; baixa umidade do ar, frio intenso, calor e transpiração; infecções; estresse emocional e certos alimentos. E, segundo a Dra. Isa, tudo isso está sob a cautela dos pais. Segundo ela “o bebê/criança não tem a capacidade de perceber que determinada situação lhe faz mal; seja uma exposição ou item de uso”.

Tratando a dermatite atópica

O objetivo do tratamento da dermatite atópica tem como objetivo controlar a coceira, bem como diminuir a inflamação da pele e prevenir que seu surgimento seja recorrente. Por conta da pele ressecada, tratamento baseia-se no uso de hidratantes. Afinal, a hidratação da pele é necessária para aliviar o eczema. A Dra. Isa Xavier reforça que, os pacientes devem ser orientados a aplicar esses produtos várias vezes ao dia, ou quando a pele estiver muito seca.

Outro fator de tratamento essencial é fortalecer a barreira da pele, evitando o contato com alérgenos ambientais, como poeira, pólen, sabonetes com perfume e produtos de limpeza domésticos. E quando o assunto é medicamento, somente a médica deve lhe orientar sobre o uso para o seu bebê.  Ela saberá indicar a melhor opção para cada caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. É preciso seguir à risca as orientações.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here