Criofrequência é o queridinho do momento para redução de medidas

0

Muito se fala em formas de eliminar a temida flacidez, ou mesmo a gordura localizada. Já criaram tratamentos invasivos, caseiros, à base de cremes, enfim. Mas o queridinho do momento tem nome e promete ótimos resultados na redução de medidas. Chama-se Criofrequência. Você já ouviu falar? E olha, não confunda com a criolipólise. A seguir você entenderá mais sobre ele e seus benefícios.

Como a Criofrequência funciona

Primeiramente, cabe ressaltar que a Criofrequência é age através de um aparelho. Ela possui uma ponteira ultra gelada que resfria a superfície da pele e a preserva do calor gerado pela radiofrequência desse equipamento, atingindo as camadas mais profundas da pele. Esse calor promove a quebra da gordura e estimula a formação de novas fibras de colágeno e elastina. Para o tratamento, são necessárias de seis a oito sessões, de acordo com cada quadro, com intervalo de 15 em 15 dias ou apenas semanal. Tudo dependerá da indicação da profissional. Por se tratar de um tratamento muito abrangente, pode oferecer diversos benefícios como diminuição de edemas, diminuição de gordura localizada, melhora do contorno corporal, diminuição da flacidez e melhora da celulite

Áreas de atuação da Criofrequência

Criofrequência pode ser indicada para casos de flacidez facial e do pescoço, flacidez corporal, gorduras nos braços, abdômen e coxas, gordura localizada no pescoço, braços, costas abdômen e culote, além de celulite. Os resultados são rápidos e podem ser notados logo nas primeiras sessões. Deu pra notar que é um aparelho bem completo, não é?

Mas é preciso adiantar que, mesmo sendo um excelente procedimento, seus resultados podem ser otimizados através de uma alimentação saudável e atividades físicas. Além disso, para resultados ainda mais completos (seja na região que ele atinge ou nas complementares), outros tratamentos também podem ser feitos ao mesmo tempo. Como a drenagem linfática, massagem redutora, ondas de choque, limpeza de pele, peeling de cristal, microagulhamento e criolipólise.

Criofrequência e Criolipólise não são o mesmo procedimento

Há várias especulações no mercado e entre os profissionais que conceituam erroneamente o processo de como tudo funciona sobre o corpo diante de tanta potência eletromagnética: há quem a confunda com a Criolipólise, sendo que este processo em nada se aparenta com a Criofrequência, uma vez que, tratam de processos fisiológicos diferentes.

Um exemplo bem prático sobre a diferença entre os dois. Enquanto que a Criofrequência trabalha no combate da flacidez, celulite e gordura localizada, a criolipólise só atinge o último.

Mas pera lá. Apesar de não serem parecidas, são duas tecnologias que possuem comprovação científica com ótimos resultados na prática. O esclarecimento é único e exclusivo para afirmar: uma não substitui a outra, pois agem com estímulos diferentes e tem respostas fisiológicas diferentes. Inclusive, o êxito de muitos profissionais se dá por unir as duas terapias. A combinação varia conforme a conduta do profissional à cada avaliação e costuma oferecer excelentes resultados.

Agora que você conhece mais sobre a Criofrequência, está preparada para um UP em seu corpo? Estar em dias com a beleza é fundamental para nossa autoestima. É hora de se despedir daquela gordurinha indesejada e dizer “oi sumido” para o corpinho dos sonhos.

Dra. Adriana Frota Braga -Fisioterapeuta – Crefito 25481

Clínica Center Fisio e Saúde 85 32683019/986442743

R. Barbosa de Freitas, 1455 – Loja 2 – Aldeota, Fortaleza – CE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here