Carboxiterapia: sucesso desse procedimento só aumenta

0

 

Quem pensou que o mesmo gás que coloca as bolhas no seu champanhe favorito poderia ser responsável pela mais nova mania no tratamento da pele? As mulheres estão optando pelo tratamento sem rastreamento que usa o dióxido de carbono do gás natural e não deixa sinais indicados. Para aqueles que têm medo de paralisar os músculos faciais com Toxina Botulínica ou ter um procedimento que possa fazer com que seu rosto se sinta inchado, a carboxiterapia pode ser uma saída.

O gás inodoro e incolor promete se livrar das regiões escuras sob os olhos, além de melhorar o brilho e a firmeza da pele. A carboxiterapia também pode reduzir estrias e ajudar na diminuição da aparência da celulite. E isso são só alguns benefícios. O dióxido de carbono já está presente no corpo por isso é um processo mais natural, pois não está introduzindo uma substância estranha. Não há efeitos colaterais conhecidos associados à carboxiterapia, que pode ser administrado ao rosto, pálpebras, pescoço, braços, estômago, nádegas e pernas.

Entendendo o procedimento

O procedimento envolve o dióxido de carbono de qualidade médica sendo injetado logo abaixo da pele. As agulhas são extremamente finas, não muito diferentes das usadas pelos acupuntores. Isso aumenta a oxigenação do tecido. O corpo vê a alta concentração de CO2 como uma falta de oxigênio e, por sua vez, os glóbulos vermelhos liberam oxigênio e rejuvenescem a pele, melhorando a circulação e estimulando o crescimento do colágeno.

À medida que envelhecemos, nossos corpos produzem menos células e em uma taxa mais lenta. Ter dióxido de carbono injetado sob a pele incentiva o crescimento celular e pode levar a uma pele mais saudável, sem a cirurgia.

Método aprovado pela ANVISA, consiste na injeção subcutânea de gás carbônico com o objetivo de provocar uma hipercapnia, elevando a vasodilatação local, aumento do fluxo sanguíneo e oxigenação tecidual.

Como se sabe as funções metabólicas do tecido adiposo (gordura) são medidas primariamente pelo fluxo sanguíneo local. A hipercapnia resultante da administração do gás carbônico promove vasodilatação com consequente aumento do fluxo sanguíneo na hipoderme (gordura localizada), isso promove um aumento do metabolismo dos ácidos graxos (gorduras) e também induzem à neocolagênese (formação de novo colágeno).

Os resultados geralmente são vistos dentro de uma a duas sessões para tratamentos faciais e cerca de quatro a cinco sessões para tratamentos corporais.

 Indicações:

– Tratamento de gordura localizada

– Remodelação de contorno corporal

– Olheiras

– Estrias

– Flacidez.

– Celulites (Paniculopatia Edematofibroesclerótica).

– Preparação para lipoescultura

– Tratamento de irregularidades de contornos pós lipoaspiração

– Úlceras de difícil cicatrização como angiodérmicas ou flebopáticas e diabéticas.

– Pré e pós tratamento de enxerto de pele.

– A psoríase, pode melhorar, embora por mecanismos ainda não devidamente esclarecidos.

– Esclerose de pequenos vasos, ainda em fase inicial.

Dr. Sérgio Adrianny –  CRM 5183
Concept Clinic – Avenida da Paz, 19 – Parque Shalon, São Luís/MA
(98) 3233-4897
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here